MEDIATECA ONSHORE



Algumas cosmologias indíginas tradicionais insistem num entendimento do mundo como um organismo interligado, de uma resiliência frágil que engloba uma relação complexa entre passado, presente e futuro.

A MEDIATECA ONSHORE é uma plataforma de encontro para as artes e a cultura no Arquipélago dos Bijagós, um local social e ecologicamente sensível na Guiné-Bissau. Enquanto espaço físico, acolhe workshops, seminários, produções e encontros comunitários. Enquanto rede, atua como um eixo para a valorização e transferência de conhecimento local, sul-sul e mundializante através das artes performativas, imagem em movimento e meios digitais.

A MEDIATECA ONSHORE promove intercâmbios de práticas nos campos da arte, agroecologia, conhecimento tradicional, arquivo e digitalização como contribuição para valorizar a justiça social, económica e ambiental. Foi criada na ilha de Bubaque em 2018 como uma iniciativa da Geba Filmes em diálogo com as afinidades transnacionais reunidas através do projeto Luta ca caba inda. É administrada localmente pelas associações Cadjique e Atingo lacanto. Iniciou atividades com recursos mínimos e de forma itinerante a longo prazo pretende estabelecer um espaço de autogestão, produção cultural e troca de conhecimentos para as comunidades locais por meio de oficinas coletivas, interativas e transdisciplinares. A MEDIATECA ONSHORE propõe uma plataforma de media sustentável baseada na comunidade para responder criativamente aos conflitos existentes e iminentes entre desenvolvimento e tradição e ativamente desenvolver ferramentas criativas que promovam a participação nesses processos de transformação.


O conceito ONSHORE surge como resistência às forças predadoras e extracionistas neoliberais do offshore e convoca, por sua vez, subjetividades situadas de múltiplas formas de existência a vicejar os seus imaginários.